DOIS POEMAS DE FERREIRA GULLAR

10/10/2015 12:59

OFF PRICE

Ferreira Gullar

 

Que a sorte me livre do mercado

e que me deixe

continuar fazendo (sem o saber)

                  fora de esquema

                  meu poema

Inesperado

 

                   e que eu possa

                   cada vez mais desaprender

                   de pensar o pensado

e assim poder

reiventar o certo pelo errado.

 

 

 

O DUPLO

Ferreira Gullar

 

 

Foi-se formando

a meu lado

         um outro

que é mais Gullar do que eu

 

que se apossou do que vi

                            do que fiz

                 do que era meu

 

e pelo país

              flutua

livre da morte

e do morto

 

pelas ruas da cidade

            vejo-o passar

         com meu rosto

 

mas sem o peso

                    do corpo

que sou eu

culpado e pouco.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!