NOITE TURCA

22/09/2015 14:47

Frederico Spencer

 

Anoiteceu em Istambul

cai a noite e um homem

freme na praça, o povo

                                 e suas bandeiras:

sob o efeito dos gases

alucinado vocifera a liberdade.

Cai a noite em Istambul

e a praça arde em chamas:

loucas, chamas de neon

sob os holofotes e as lentes do mundo

um único homem treme:

sob os motores dos tanques

os sonhos de uma Turquia repartida.

Ainda anoitecerá em Istambul

e o dia na praça amanhecerá azul.

Mulheres dançarão sob os véus

da fumaça cinza desse tempo

bélico, das paixões

das mil e uma noites.

 O sol e o novo vento

invadirão as praças de Istambul.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!